EMPODERAMENTO E MÉTODOS CONTRACEPTIVOS

O Sistema Único de Saúde (SUS) possui disponíveis os métodos anticoncepcionais: pílula combinada de baixa dosagem; minipílula; pílula anticoncepcional de emergência; injetáveis mensais e trimestrais; preservativo masculino e feminino e diafragma, além do método Dispositivo Intrauterino (DIU) de cobre (BRASIL, 2010). Segundo o art. 2º e art. 3º da Portaria Nº 48, de 11 de fevereiro de 1999 (Brasil, 1999), é garantido pelo SUS os procedimentos anticoncepcionais definitivos: cirurgia de trompas (Laqueadura Tubária) e cirurgia de cordão espermático (Vasectomia parcial ou completa). Os métodos comportamentais podem ser utilizados, porém possuem maior chance de falha, sendo eles: tabela, muco cervical, temperatura basal, abstinência periódica, coito interrompido, entre outros (BRASIL, 2010).

Além dos métodos disponíveis pelo SUS, existem outros métodos disponíveis, como o DIU dos tipos Multiload Cu 375 (formato de âncora ou ferradura) e LING-20 (liberação de Levonorgestrel); geléia espermicida (SANTOS, 2019), e os contraceptivos hormonais implantáveis, anéis e comprimidos vaginais, adesivos cutâneos hormonais, esponjas e capuz cervical, sendo que estes métodos também podem ser oferecidos pelo SUS, a depender das Secretarias Estaduais e Municipais, que podem complementar os métodos que são distribuídos pelo Ministério da Saúde (BRASIL, 2010).

             Portanto, com o intuito de explanar sobre o assunto o convidado Dr. Wesley Timana ressaltara junto com a acadêmica da 10ª fase de enfermagem  Sandrieli Gugel os métodos contraceptivos e o empoderamento feminino. Buscando disseminar conteúdos aos acadêmicos, professores e população no geral.


Local: Plataforma Google Meet

Data: 20/10/2020 Horário: 19:30 até 20/10/2020 Horário: 20:30

Período de Inscrição: 15/10/2020 Horário: 00:00 até 20/10/2020 Horário: 12:00

Valor do Investimento: Sem custo

Mais Informações: Setor de Extensão (47)3641-5527

Inscrições Encerradas